Thursday, August 18, 2005

Avô Latinus

À custa de ainda rapaz, sentado sonhador no molhe do porto de Ponta Delgada, ter visto demais o mar, perdeu-se-lhe para sempre o olhar. Toda a vida lhe falei sem saber se estávamos os dois no mesmo lugar.

2 Comments:

Blogger Raquel V. said...

Demorei um pouco a entender, mas acho que lá cheguei. O olhar dele perdeu-se, mas as recordações ficaram. E é assim com todos aqueles por quem passamos. São e não são. Mas o passado e o que foram ainda lá está.
Depois... bom... resta o futuro, mas isso já é outra história.

10:16 PM  
Blogger cbs said...

:)
bonito

11:21 AM  

Post a Comment

<< Home